Rebranding: qual o momento para mudar a identidade visual da sua marca?

Muitas são as empresas que passam por um processo de rebranding ao longo de sua história, especialmente as mais longevas. Para citarmos marcas que todos conhecem, podemos pensar em Apple, MC Donald’s, Coca-Cola, Burger King. Entretanto, o rebranding não é só para marcas grandes e famosas, e pode ser que já esteja na hora da sua marca ficar de cara nova. Leia esse conteúdo para saber se esse momento chegou para o seu negócio. Branding, rebranding e identidade visual: o que significa tudo isso? O branding é quase como a personalidade da sua marca: a aparência dela, ideais, valores, missão, tom de voz, experiência de atendimento, e muito mais. A identidade visual é um dos elementos que compõem o branding: é aquela “primeira impressão”, que faz com que seu cliente reconheça a sua marca e sinta atração ou repulsa por ela de acordo com as cores, o logotipo, e demais apelos estéticos. Logo, o rebranding é uma espécie de “repaginada”: a partir do momento em que esses aspectos da sua marca ficam obsoletos, é preciso inovar, atualizar e modificar aquilo que não faz mais sentido.  Existem várias maneiras de fazer o rebranding de uma marca, mas dificilmente ele ocorre sem uma alteração na identidade visual. Afinal, como mencionamos, a identidade visual é a primeira coisa que o público vê, e através dela é possível expressar muito do que sua marca representa, sua postura e objetivos. Logo, se há uma mudança nesses aspectos, a identidade visual precisa acompanhar.  Em contrapartida, é possível mudar a identidade visual SEM fazer o rebranding. Ou seja, é possível que sua empresa deseje manter sua identidade e seus aspectos vitais, mas queira dar aquela “atualizada no look” –  compor uma nova identidade visual para se modernizar ou para trazer um novo frescor para a empresa. Como saber quando está na hora de mudar a identidade visual de uma marca? Existem vários motivos pelos quais uma empresa pode desejar mudar sua identidade visual. É claro que isso não pode ser feito toda hora, afinal, a mudança de uma identidade visual leva um certo tempo não somente para ser concluída, como também para ser absorvida pelo público.  Esses são alguns exemplos dos momentos chave que podem levar uma empresa a fazer um rebranding e/ou mudar sua identidade visual: Obsolencia visual Se a identidade visual do seu negócio já está antiga e passa uma imagem “ultrapassada”, pode ser a hora de dar uma renovada. Mudança de público-alvo Pode ser que sua empresa queira atingir um novo público, ou, pode ser que as preferências do seu público-alvo tenham mudado com o tempo, e sua marca precisa evoluir com ele.  Mudança nos valores e posicionamentos da empresa Se sua marca está se reposicionando no mercado e alterando aspectos importantes de suas características, a imagem precisa seguir o mesmo fluxo. Fusão ou aquisição Se sua empresa se funde à outra, é adquirida por outra, ou se há uma mudança importante na gestão da empresa, que irá impactar diretamente no modo como as coisas são conduzidas e no diálogo com o público, pode ser importante transparecer esse novo momento na sua identidade visual. Quais as vantagens de uma identidade visual sólida? Não dá para subestimar a importância de contar com uma identidade visual sólida para a sua empresa. Ela impacta em muitos aspectos do sucesso da sua marca. Entenda:  Impacto inicial As cores, tipografia, formas geométricas, sinalizações e demais características estéticas são aspectos comunicadores. Ou seja, elas dialogam com o público, contam uma história, transmitem algo. Muitas vezes, a resposta do público à identidade visual de um negócio é extremamente inconsciente: as pessoas nem sempre sabem dizer porque se sentem mais atraídas por uma embalagem em relação à outra; por uma marca em relação à outra. Mas profissionais e pesquisadores de design e marketing já sabem que elementos visuais causam uma resposta emocional e intelectual das pessoas, despertando ou não o interesse das mesmas por determinado produto ou empresa. Reconhecimento da marca Uma identidade visual bem definida e memorável ajuda a sua empresa a ser lembrada pelo público.   Profissionalismo Uma identidade visual bonita, consistente e bem projetada transmite profissionalismo e desperta mais confiança no público.  Quais são os elementos da identidade visual de uma marca? A identidade visual de uma marca engloba vários aspectos, e estes precisam dialogar entre si, formando um conjunto harmonioso. Alguns elementos são: Logotipo Paleta de cores Tipografia Embalagens Uniformes da equipe Elementos tipográficos Site e redes sociais Cartões de visita Catálogos Aparência da loja física, se houver Campanhas publicitárias  Como saber quando está na hora de mudar a identidade visual de uma marca? É importante ter um olhar crítico em relação à sua empresa e o desempenho da mesma perante o mercado e a concorrência.  Observe o que outras empresas do mesmo segmento da sua estão fazendo e como estão se comunicando visualmente;  Perceba se os gostos, hábitos de consumo e preferências do seu público evoluíram, e identifique se sua marca está “ficando para trás”; Avalie se há uma nova cultura empresarial dentro do seu negócio que deva ser comunicada para seus clientes; Identifique se está na hora de ousar, afinal, todo empreendedor sabe que às vezes a mudança se faz necessária  Por onde começar a mudar a identidade visual de um O primeiro passo é fazer o diagnóstico inicial, ou seja, identificar o que precisa ser mudado e por quê. Em seguida, é preciso traçar objetivos: o que sua empresa deseja conquistar com essa nova imagem?  Você também deve buscar referências. Observe seus concorrentes, dentro e fora da sua cidade, estado ou país. Veja o que há de inspirador por aí e também identifique aquilo que você não deseja para a sua marca. Por fim, chame uma equipe profissional, afinal, design é coisa séria. Estamos falando da primeira coisa que seus clientes irão ver ao travarem contato com o seu negócio. É necessário muito estudo, pesquisa, e trabalho duro para transmitir, através de cores, fontes e imagens, tudo o que uma marca é, ambiciona e representa.

Se sua empresa quer ser relevante, produza conteúdo de relevância: entenda o Marketing de Conteúdo

O Marketing de Conteúdo é uma estratégia de fortalecimento de marca, captação e fidelização de clientes, e construção de autoridade. Partindo de uma premissa simples: quem quer se manter relevante no mercado, tem que produzir conteúdo relevante. E não basta produzir conteúdo avulso, sem estratégia e genérico: para de fato alcançar bons resultados, o conteúdo precisa fazer sentido para o seu público. Se você ainda sabe pouco a respeito do Marketing de Conteúdo e sua importância, leia o post que preparamos para você entender melhor esse pilar fundamental do marketing atual. O que é o Marketing de Conteúdo O Marketing de Conteúdo, como o próprio nome denuncia, foca em gerar conteúdo relevante para os clientes e potenciais clientes do seu negócio, através de publicações nas redes sociais, posts em blogs, materiais ricos, webinars, tutoriais, e muitas outras alternativas. É importante salientar que o Marketing de Conteúdo não é focado especificamente em vender ou falar bem do seu produto, mas em agregar conhecimento, valor e oferecer soluções para diversas dores do seu cliente, que podem estar relacionadas ao que você oferece. O Marketing de Conteúdo não funciona como aquele marketing antigo, em que o importante era falar exaustivamente dos benefícios do produto ou serviço: o cliente atual não é mais seduzido por isso. Como funciona o Marketing de Conteúdo O seu cliente ou potencial cliente tem sempre uma dor, mesmo que ele ainda não saiba disso. O Marketing de Conteúdo “toca nessa ferida”: ele aponta o problema e oferece a solução. Mas claro, ninguém é convencido assim de primeira. Por isso que um bom Marketing de Conteúdo é construído, como camadas. Primeiro passo: defina o público alvo e a persona O conceito de público alvo e persona podem soar parecidos, mas são bem diferentes na prática. Só esse assunto já daria um outro post aqui no nosso blog, mas o que você precisa saber é que esses dois termos se referem a para quem vai ser feito o seu conteúdo. Não dá para fazer um conteúdo genérico, visando qualquer pessoa em qualquer lugar. Além de ficar superficial demais, o conteúdo acaba se tornando ineficaz, se construído dessa maneira. Segundo passo: planeje Faça um levantamento de dados e entenda que conteúdo o seu público em potencial já está consumindo, qual o gap, ou seja, qual “brecha” você pode usar para inovar, qual vai ser o tom de voz, o gênero textual e as plataformas utilizadas para dar suporte ao seu conteúdo. LEIA MAIS: Planejamento: o melhor caminho para o seu negócio Terceiro passo: produza conteúdo de qualidade Embora a constância e a frequência sejam importantes, a qualidade é ainda mais. Não adianta despejar conteúdo aos montes se a qualidade não for boa. E tudo bem se não for perfeito: especialmente no início, é normal que você vá ajustando o que perceber que não deu certo. Quarto passo: analise os resultados O Marketing de Conteúdo é uma estratégia orgânica, e seus resultados não costumam ser imediatos. Na verdade, às vezes pode ser difícil obter a percepção de valor através de métricas, pois o Marketing de Conteúdo atua em valores intangíveis, como brand awareness, educação de mercado, lifetime value, entre outros conceitos. Entretanto, existem alguns parâmetros que podem ser observados, como o engajamento com as redes sociais, os acessos às páginas, aberturas de e-mails, geração de leads, entre outros. Quais as vantagens do Marketing de Conteúdo O Marketing de Conteúdo é a melhor maneira de atrair e reter clientes de forma orgânica, e alguns dos benefícios de adotar essa estratégia são: Aumenta o tráfego de visitantes no seu site O Google é o maior site de buscas do mundo, e é nele que a maioria das pessoas tira suas dúvidas, realiza suas pesquisas e procura por informações, produtos, serviços e novidades. O Google coloca nos melhores resultados de busca aqueles sites que produzem conteúdo relevante para as pesquisas feitas pelos indivíduos. Vê como tudo se conecta? Com um bom conteúdo, seu site tem mais chance de aparecer no topo das pesquisas, e assim, ser encontrado pelo seu consumidor em potencial. Gera brand awareness O brand awareness pode ser traduzido livremente como “conhecimento de marca”, o que também é parecido com o conceito de autoridade. Quanto mais a sua empresa demonstrar que sabe do que está falando e que se preocupa em melhorar a vida dos clientes através de conteúdo importante, mais ela será bem vista, e maiores serão suas chances de vendas. Educa o mercado Dependendo do produto ou serviço oferecido pela sua empresa, talvez a maioria das pessoas não saiba a importância do que você oferece ou até mesmo como utilizar a sua solução. Através do Marketing de Conteúdo, a sua marca pode se apresentar, se posicionar e educar o mercado para a importância e utilidade do que o seu negócio tem a oferecer. Cria novas oportunidades de vendas A consequência natural, a médio e longo prazo, da soma dos benefícios apresentados acima, é a geração de vendas. Quanto mais pessoas conhecerem, entenderem e respeitarem a sua marca, mais pessoas se sentem inclinadas a comprar de você. Aumenta o lifetime value O lifetime value é o valor que um cliente gasta com a sua empresa ao longo do tempo, de maneira recorrente. Fidelizar um cliente é mais barato do que conquistar um novo. Junto com uma estratégia de pós-venda, o Marketing de Conteúdo também contribui com a fidelização de clientes. Ajuda a diminuir o CAC – Custo de Aquisição de Clientes O Custo de Aquisição de Clientes é, basicamente, o quanto uma empresa gasta com marketing e publicidade. O Marketing de Conteúdo ajuda a diminuir esse valor pois oferece uma grande quantidade de material para apresentar os seus produtos e tirar as dúvidas dos potenciais clientes. Além disso, uma boa e sólida estratégia de Marketing de Conteúdo orgânica custa menos do que estratégias pagas de marketing, que também são importantes, mas que podem ser diminuídas graças à produção de conteúdo de valor. LEIA MAIS: Marketing de Conteúdo ou anúncios no Google: qual

Expandir conhecimento: nosso jeito de celebrar 36 anos de Antares

Em celebração aos 36 anos da Antares, a agência mais longeva da Paraíba, organizamos a doação de mais de 800 livros para o curso de Publicidade e Propaganda da UNIESP. Esse gesto representa uma grande parte da essência da agência: o amor pelo conhecimento e o desejo de comunicar. A UNIESP é uma parceira de longa data da Antares: fomos a primeira agência a fazer o marketing da instituição, o que nos rendeu prêmios, e um espaço na memória afetiva e na história da publicidade paraibana. Na solenidade que celebrou a doação, o Diretor Associado da Antares, Junior Guerreiro,  expressou gratidão a todos os colaboradores que fizeram parte desse time ao longo destas três décadas, em especial ao sócio e parceiro Sérgio Rique – um dos fundadores da agência, falecido em 2021, e que é parte fundamental deste legado. Vivendo um alegre período de novidades em nossa nova sede, estamos otimistas: que venham os próximos 36 anos!  

Ano novo, vida nova! Confira as mudanças da Antares

Um bom início de ano costuma vir repleto de novidades e mudanças, não é mesmo? Por aqui sim! Depois de 26 anos na sede do Centro, a Antares mudou de endereço! Com cerca de 70% do nosso time em home office, entendemos que um novo espaço faria mais sentido para os tempos atuais.  Se liga no nosso novo endereço: R. Dr. Arnaldo Escorel, 463 – Tambauzinho, João Pessoa/PB. Que tal vir tomar um capuccino com a gente?   Mas ei, essa não é a única novidade! Estamos de site novo, 100% reformulado e repaginado para ficar ainda mais bonito e fácil de navegar para você. Não deixe de conferir nossos materiais ricos e ouvir nosso podcast.   E aí, gostou das novidades da Antares? Aguardamos visitas suas, seja no ON ou no OFF! Não deixe de conferir nossos 

Black Friday e Cyber Monday: como aproveitar as datas no seu negócio

Chegou a época do ano que consumidores e empresas esperam ansiosamente. Para os clientes, é hora de adquirir bens e serviços muito desejados com um desconto considerável; já para os empresários, é hora de ver aquela gordurinha nas vendas se acumulando.  Preparamos esse post para elucidar pontos importantes sobre o já conhecido período da Black Friday, e também da Cyber Monday, outra data importante mas ainda não tão popular em nosso país. A importância da Black Friday para o mercado brasileiro  Boa parte dos segmentos de negócios pode se beneficiar de campanhas promocionais para a época de Black Friday. A data que surgiu nos Estados Unidos como uma ação do varejo, aos poucos ganhou extrema popularidade no Brasil, sendo incorporada também nos nichos de serviços como cursos, procedimentos estéticos, hospedagens, passagens aéreas, e tudo o mais que se possa imaginar. No nosso país, tornou-se comum ampliar o período para além de uma única sexta-feira do mês: ações como Black Week ou Black November ajudam os empresários a lucrarem durante os 30 dias de novembro. O consumidor brasileiro também aderiu com muita força a Black Friday online, aproveitando a comodidade das compras via e-commerce. Cyber Monday: ainda pouco explorada, mas promissora A Cyber Monday é bem mais recente do que a Black Friday, sendo criada em 2005, mas também surgiu nos EUA. A data veio como um incentivo a um último gás nas vendas antes do Natal, só que dessa vez de uma maneira mais direcionada às vendas pela Internet, e, principalmente, para produtos de tecnologia. A Cyber Monday é, tradicionalmente, na primeira segunda-feira pós Black Friday, mas algumas empresas reproduzem a mesma ideia do período da Black, realizando a Cyber Week. Como aproveitar a Black Friday e a Cyber Monday no seu negócio O consumidor brasileiro já foi educado a procurar por boas oportunidades nesse período, então, esse é um bom momento para promover uma oferta mais agressiva, que pode levar novas pessoas a conhecerem e experimentarem a solução que você oferece, pela primeira vez. E, claro, esse período é ótimo para aumentar a lucratividade no final do ano. Mas, para que esse momento seja o melhor possível para sua empresa e seus clientes, vale observar alguns pontos, que abordaremos em seguida. Quais cuidados tomar ao aderir à Black Friday e Cyber Monday na sua empresa Se você decidir utilizar essa data para lançar promoções, ótimo! Mas fique atento às melhores práticas:  Ofereça promoções verdadeiras e vantajosas Algumas empresas têm o péssimo hábito de “forjar” promoções: aumentam os preços algumas semanas antes, para, no dia da Black Friday, voltarem ao preço normal. Além de ser uma prática feia que prejudica a imagem do seu negócio, é passível de denúncia. Fique atento aos direitos do consumidor Você e toda sua equipe devem estar bem atentos ao código do consumidor, para que não haja aborrecimentos nem para sua empresa, e nem para os seus clientes. Incômodos podem levar a insatisfações, que geram clientes detratores, ou seja, que falam mal do seu negócio para outras pessoas, levando a uma má reputação. Ofereça variedade e facilidade de pagamento É importante oferecer opções como links de pagamento, carteiras digitais, PIX, além dos clássicos cartões de débito e crédito. Promover condições especiais de parcelamento nesse período pode ser mais um gatilho para fechar vendas. Intensifique a divulgação Hora de divulgar muito! Que tal fazer com que o maior número de pessoas possível saiba das condições imperdíveis que estão rolando no seu negócio? Você pode divulgar na TV, no rádio, em BackBus, e muitos outros pontos de mídia offline. Mas, claro, sem deixar de lado as mídias digitais: poste no feed e nos stories das suas redes sociais, mande e-mail para os seus clientes, prepare o seu site e esteja atento aos canais de comunicação da sua empresa!   Parece muita coisa? Que tal deixar a Antares Comunicação te ajudar com isso? Podemos fazer muito pelo seu negócio nessa época e durante todos os dias do ano! Marque uma reunião online conosco clicando aqui.  

A importância de posicionar sua empresa no LinkedIn

Nem todas as empresas sabem da importância de marcar presença ativa no LinkedIn. Enquanto é verdade que a rede social não é parada obrigatória para absolutamente todos os segmentos, muitas empresas poderiam se beneficiar ao incluir essa rede social em suas estratégias, mas ainda desconhecem os benefícios. Leia o post que preparamos para que você entenda mais sobre o assunto! O que é o LinkedIn O LinkedIn é uma rede social para assuntos corporativos. Nela, empresas, clientes e profissionais interagem entre si, fomentando um ambiente de networking, oportunidades e aprendizado. Os usuários buscam ter em seu perfil profissional toda informação que seja relevante para recrutadores e vagas de emprego, como experiência no mercado de trabalho, formação acadêmica, certificados e outras conquistas. Por outro lado, as empresas também devem compartilhar informações importantes como endereço, contato, ações de crescimento, vagas em aberto, e demais assuntos institucionais. Com o LinkedIn, é possível se manter atualizado sobre o mercado, ganhar visibilidade, recrutar candidatos, prospectar clientes, e muito mais. A importância do LinkedIn para empresas O LinkedIn tem mais de 900 milhões de membros pelo mundo todo, e 63 milhões de empresas cadastradas. Imagine as oportunidades de negócio que isso pode gerar para a sua empresa! Uma das maiores vantagens dessa rede, é que, ao contrário das outras, que englobam todo tipo de perfis de pessoas e conteúdos, o LinkedIn é extremamente voltado para assuntos comerciais. Portanto, quem está nessa rede quer ver conteúdo empresarial de qualidade. LinkedIn para empresas B2B Com a presença de tantas empresas no LinkedIn, já dá para entender por que ele é uma ótima janela de oportunidade para expandir seu negócio B2B, certo? Esse canal é ótimo para a prospecção de clientes e para aproximar sua empresa do público alvo. LinkedIn para empresas B2C As empresas B2C também têm a ganhar ao usar o LinkedIn. Em estudos e publicações feitos pela própria plataforma, eles ressaltam: todos os profissionais também são consumidores, e o que eles vêem na rede também influencia suas jornadas de compra.  Além disso, o LinkedIn é composto majoritariamente por pessoas das classes A e B, oferecendo assim, um público com grande poder de compra. Os benefícios do LinkedIn para empresas Aumenta a visibilidade e autoridade da sua marca Atrai novos leads e novos negócios Atrai novos candidatos à vagas de emprego Posiciona sua marca perante à outras empresas, promovendo possibilidades de parcerias Como criar uma página do LinkedIn para sua empresa  Você precisa ter uma página sua na rede social. Feito isso, você deve seguir o passo a passo: 1 – Clique em “Soluções”, no canto superior direito, ao lado da sua foto 2 – Clique em “Crie uma LinkedIn Page +” 3 – Selecione entre as opções: pequena empresa, média a grande, showcase page e instituição de ensino 4 – Preencha o formulário para o qual você será redirecionado, com todas as informações sobre a sua empresa 5 – Finalize! Dicas para fortalecer sua empresa no LinkedIn  É através do marketing de conteúdo que sua empresa irá se destacar no LinkedIn, construindo autoridade para o nicho em que ela está inserida: aborde assuntos relevantes para a comunidade de profissionais, mostre acontecimentos e ações em que sua empresa está envolvida, conte sobre a história da marca… as possibilidades são inúmeras. O LinkedIn também oferece a possibilidade de promover anúncios pagos dentro da plataforma. Isso é excelente para anunciar vagas disponíveis, concursos, seminários, ou qualquer outra coisa que seu negócio queira promover. Com boas estratégias de segmentação, os formatos de anúncio podem variar em conteúdo patrocinado (aparece no feed dos usuários), mensagem direta na caixa de entrada do usuário (inbox), e anúncio lateral. Pelo LinkedIn Analytics, você pode acompanhar como suas ações de marketing de conteúdo estão performando, para entender mais o que o seu público gosta e quer ler a respeito.   Deixa que a Antares cuida disso pra você! É muita informação, né? A gente sabe. E sabemos também que se você quer cuidar do seu negócio de perto, talvez não sobre tempo para você botar em prática todas as estratégias que citamos acima. Por isso, a Antares Comunicação cuida disso e muito mais para você! Somos uma agência de publicidade com 35 anos de experiência no mercado, e oferecemos soluções em marketing on e offline, marketing de atração, marketing de influência, gestão de redes sociais, tráfego pago, Metaverso, e muito mais. Entre em contato conosco para agendar uma reunião online com nosso time!

As vantagens do marketing de influência como estratégia de publicidade

O marketing de influência é uma das estratégias do marketing digital, e seu funcionamento consiste em usar a voz do influenciador para divulgar e promover a sua marca. Os influenciadores são pessoas com uma audiência engajada e interessada no conteúdo que eles oferecem. Sendo assim, essa audiência recebe muito positivamente as indicações de produtos e serviços feitas por eles.  Essa é uma estratégia de sucesso. É uma das melhores maneiras de conseguir a atenção do público, aumentar o reconhecimento da sua marca e conquistar novos clientes de maneira rápida.  História do marketing de influência Embora hoje essa estratégia seja encarada principalmente como um marketing online, ela começou no marketing offline. O marketing de influência começou nos primórdios da publicidade, no século XIX,  e foi se transformando ao longo do tempo. Claro que na época ele ainda não recebia esse nome.  No início, as marcas começaram a usar a imagem de nomes do cinema e da televisão em suas embalagens e anúncios, e perceberam como essa ferramenta tem o poder de ganhar a confiança do público. Ao mesmo tempo, o foco da publicidade começou a mudar de enaltecer as características de um produto para vender um estilo de vida. Dessa forma, os consumidores não mais queriam uma peça de roupa por ser de determinado tecido, ou um carro por ser ter determinada tecnologia, e sim pelo status que aqueles produtos iriam transmitir. A cultura das celebridades surfou nessa onda. No entanto, com o advento das redes sociais, muita coisa mudou nesse cenário. A ascensão de pessoas comuns ao status de influencers digitais transformou o marketing: hoje, boa parte do público não acredita nas campanhas publicitárias estreladas por famosos, mas é extremamente receptivo às dicas e recomendações de influencers.  O que são Influencers Os influenciadores, também conhecidos como influencers, estão presentes nos diferentes tipos de mídias digitais: Instagram, Youtube, TikTok, Twitter, e muitos outros. A aderência ao consumo desse conteúdo no Brasil é muito grande. Quando uma pessoa passa a compartilhar seu dia a dia e seu conhecimento nesses canais, e aos poucos vai conquistando “seguidores” que acompanham sua rotina e se comunicam com esse indivíduo, surge um influenciador. Existem influenciadores de diversos nichos: moda, beleza, vida saudável, finanças, estilo de vida, humor, educação, e muito mais.  Para fins de publicidade, os influenciadores são categorizados conforme seus números de seguidores: Mega Influenciador: mais de um milhão de seguidores, como a influencer fitness Carol Borba Macro Influenciador: de 500 mil a um milhão de seguidores, como a coach financeira Nath Finanças Intermediário: de 50 mil a 500 mil, como a influencer de moda Vic Hollo Micro Influenciador: de 10 mil a 100 mil, como o influencer fashion Cesar Nascimento Nano Influenciador: até 10 mil seguidores, como a influenciadora Luiza Alencar Qual tipo de influenciador usar vai depender do seu objetivo, do local de atuação da sua marca, da capacidade da sua empresa de suportar a demanda que determinado tipo de comunicação pode gerar, e muito mais. Se seu objetivo é fazer sua empresa ficar conhecida por consumidores do país inteiro, os mega e macro influenciadores, bem como os intermediários, podem dar conta do recado. Os micro e nano influenciadores são ótimos para chegar a um público de determinada região ou de um nicho muito específico. Eles transmitem muita credibilidade e geralmente se tornam conhecidos entre aquele público por serem muito apaixonados pelo tema que abordam.  Vantagens de utilizar o marketing de influência Alcançar o público certo com menos esforço Um dos pontos interessantes a respeito de chamar influenciadores para divulgar sua marca é que eles já possuem uma audiência conquistada. O trabalho de atrair, dialogar, ganhar a confiança e fidelidade do público já foi feito por eles. Isso gera muito menos esforço para sua marca do que campanhas de publicidade tradicionais, em que é preciso fazer um estudo de audiência, pensar no melhor meio de veiculação de mídias, entre outros fatores que são considerados. Outra vantagem é que o marketing de influência é menos invasivo do que outros tipos de publicidade, como interromper um vídeo para exibir um anúncio, ou propagandas de rádio e de televisão. O marketing de influência acontece totalmente com o consentimento do público, pois é ele quem procura, acompanha e se interessa pelo conteúdo do influenciador. Aumentar seu brand awareness Como você deve saber, brand awareness significa a notoriedade da sua marca, o quanto ela é conhecida e lembrada pelo público. Uma marca conhecida, e principalmente, uma marca na qual o público confia, tem muito valor. Além de captar novos clientes, essas marcas conseguem reter um público mais fiel, que a recomenda a amigos e familiares. Acompanhar métricas precisas Para saber se o investimento está valendo a pena e se a estratégia está alinhada com os objetivos da marca e interesse do público, é importante acompanhar as métricas, tais como: alcance, impressões, comentários, curtidas, compartilhamentos e taxa de cliques. Como adotar o marketing de influência na sua estratégia Existem várias formas de adotar o marketing de influência na estratégia da sua empresa. Muitos conhecem a estratégia dos “recebidos”: quando o influencer recebe os produtos da marca e é pago para dizer sua opinião a respeito deles, conforme o seu uso.  Outra maneira é quando o influencer fica responsável por divulgar o produto ou serviço da sua empresa, e oferecer cupons de desconto. Dessa forma, o cliente usa o cupom que viu o influenciador divulgando, e o influenciador recebe uma comissão para cada venda em que ele for usado. A vantagem dessa sistemática é que é possível acompanhar exatamente o nível de conversão que essa estratégia está gerando. Esses e outros estilos de propaganda devem ser considerados de acordo com o tipo de produto que sua marca oferece, o tamanho da sua empresa, a verba disponível, entre outros fatores. A Antares Comunicação faz toda a gestão da campanha de marketing de influência de acordo com os desejos e necessidades de seus clientes: desde o momento de pesquisa e levantamento de informações, até a escolha do melhor influenciador para a

A importância de investir no tráfego pago

Você já ouviu falar no ditado “quem não é visto, não é lembrado”, certo? Essa é uma boa ideia para começarmos a falar de tráfego pago. Afinal, essa estratégia de marketing coloca sua empresa em posição de destaque. O tráfego pago atrai pessoas com o perfil certo para se interessarem na solução que você oferece, mas que demorariam mais tempo para achar sua marca de forma espontânea. Dessa forma, o tráfego pago acelera o processo de geração de leads, relevância, e vendas da sua marca. Tudo isso só acontece, é claro, com um bom planejamento. Preparamos esse post para quem deseja entender um pouco mais sobre como esse importante pilar do marketing digital funciona. Mas, o que é tráfego pago? Quando fazemos uma pesquisa no Google e nos primeiros resultados aparece o termo “patrocinado”, aquilo é efeito do tráfego pago. Ou, quando navegamos no Instagram ou outras redes sociais, e uma imagem ou vídeo de algum produto novo que nunca tínhamos visto surge para nós e chama nossa atenção imediatamente: tráfego pago também! Às vezes tais produtos ou serviços nem estavam nos nossos pensamentos, mas combinam tanto com nosso gosto e interesse que acabamos sendo instantaneamente seduzidos por eles, não é? Isso não é por acaso. Faz parte da segmentação da campanha atingir um nicho específico de pessoas, com comportamentos, perfis e ideias previamente identificadas e almejadas. Sendo assim, o tráfego pago surge no momento certo, para a pessoa certa. Como tempo é dinheiro, isso se torna uma economia de horas, dias ou meses de trabalho intenso para atrair clientes. Esses alvos certeiros impulsionam o crescimento da sua empresa e promovem bons resultados a curto e médio prazo. Qual a diferença entre tráfego pago e tráfego orgânico? No tráfego pago há um investimento monetário para que a campanha obtenha visibilidade. Um valor X é injetado em anúncios para que as páginas escolhidas pelos clientes ranqueiem bem. Já o tráfego orgânico vem da produção de conteúdo relevante e da construção de autoridade e valor. Através de postagens de blogs, redes sociais e afins, a marca se solidifica e constrói relevância, se tornando referência no nicho em que se propõe a atender. Para obter tal sucesso através do tráfego orgânico, é imprescindível obedecer às boas práticas de SEO: a otimização para os resultados de busca. São tantas maneiras de construir essa otimização, que só esse assunto já renderia outro post, mas as melhores práticas envolvem: construir um conteúdo relevante e de leitura fluída, utilizar title tags e metadescrições, escolher as melhores imagens, estar atento à qualidade de navegação e carregamento do seu site ou blog, e assim por diante. O tráfego orgânico e o tráfego pago devem trabalhar em conjunto. Uma estratégia de tráfego orgânico pode demorar meses até gerar resultados. Com o apoio do tráfego pago, entretanto, o fluxo de acesso nas suas páginas cresce em poucos dias. Por outro lado, só investir em anúncios sem uma produção de conteúdo como aliada não funciona. Digamos que seu anúncio esteja sendo bem posicionado no Google, por exemplo. Mas ao clicar nele e ser redirecionado para o seu site, o lead não encontra um conteúdo relevante que transmita confiabilidade e identificação. Nesse caso, as chances que ele se converta em um cliente são muito baixas. Quais as vantagens do tráfego pago? Consideramos o investimento em tráfego pago uma mola propulsora para as empresas. Eis aqui algumas das vantagens de se adotar essa prática: Resultados rápidos Como abordamos acima, o tráfego orgânico requer constância e tempo, e o tráfego pago vem para atingir esse ponto de equilíbrio entre os resultados imediatos e os de longo prazo. Público alvo e bem segmentado Nos anúncios é possível selecionar as características de quem irá visualizar os anúncios. Dessa forma, é muito mais fácil atingir aquela pessoa que já está preparada para comprar, bem no fundo do funil. Posição de destaque A maioria das pessoas não chega a ir para a segunda página de pesquisa dos buscadores, preferindo focar nos resultados da página número um. Desse modo, se sua solução está entre os primeiros colocados, você já está um passo à frente dos concorrentes. Quais as principais plataformas de tráfego pago? ● Google Ads: os resultados aparecem na página de pesquisa do buscador e em sites parceiros ● Facebook Ads: com alto poder de segmentação, sua publicação irá aparecer diretamente no feed dos usuários com o perfil selecionado. ● TikTok Ads: essa plataforma é uma das que mais retém a atenção de seus quase 1 bilhão de usuários, sendo muito conhecida por lançar tendências. Existem várias modalidades de anúncio dentro da plataforma. ● LinkedIn Ads: bem conhecida do mundo corporativo, a plataforma também tem sua modalidade de anúncio, seja no feed de notícias ou nas caixas de mensagens dos usuários. A escolha da melhor ou das melhores plataformas para investir vão depender majoritariamente do seu tipo de marca, perfil do seu público e estratégias e objetivos por trás da campanha. Preciso de um profissional para essa atividade? Existem muitas plataformas e diversas possibilidades em cada uma delas. Funções como instalação de pixels de conversão, análise de dados, aprendizagem de máquina e conhecimento de algoritmos, podem gerar dúvidas. É necessário uma boa dose de estudo para entender e saber usar tais ferramentas. Um profissional qualificado, além de entender tudo isso, saberá montar estratégias e monitorar as performances para atingir os objetivos determinados por você e sua equipe. Como a Antares pode ajudar você Com mais de 30 anos de mercado, constantemente evoluindo e se adaptando às mudanças positivas que a tecnologia traz para o marketing, a Antares disponibiliza uma solução completa para alavancar o brand awareness e as vendas da sua empresa. Além do tráfego pago, oferecemos soluções para tráfego orgânico, inbound marketing, gestão de redes sociais e mídias on e offline. Se a sua empresa está pronta para atingir um novo patamar, conte conosco nesse processo. Marque uma reunião online com a nossa equipe e faça parte da família Antares Comunicação.

Como construir minha empresa no Metaverso? Saiba como ocupar seu ambiente virtual de negócios!

Nos últimos anos, o Metaverso tem ganhado popularidade em todo o mundo. Essa realidade virtual é um espaço em que os usuários podem criar, interagir e explorar um mundo 100% digital. Com essa difusão, as empresas estão começando a perceber as oportunidades que essa realidade virtual pode trazer. Uma das maneiras pelas quais as empresas podem se beneficiar do Metaverso é criando ambientes virtuais para seus clientes, treinamento de funcionários, colaboração remota, além de outras atividades empresariais. Neste artigo, exploraremos o desenvolvimento de ambientes no Metaverso e as ferramentas necessárias para criar experiências incríveis para os seus clientes. Por que sua empresa deve estar no Metaverso? Acredito que você lembra a definição de Metaverso, não é? Falamos bastante sobre ele neste artigo do nosso blog, mas não custa nada relembrar: O Metaverso é um ambiente virtual compartilhado, criado pela combinação de tecnologias avançadas de realidade virtual, inteligência artificial e blockchain. Esse ambiente, cada vez mais popular, tem atraído a atenção de empresas que buscam novas maneiras de se conectar com seus clientes e colaboradores.  O primeiro passo para desenvolver um ambiente no Metaverso é definir a finalidade do espaço virtual. As empresas podem usar o Metaverso para realizar uma série de atividades, como treinamento de funcionários, eventos virtuais, exposições virtuais e reuniões de equipe.  O Metaverso tem sido uma oportunidade inédita de criar novas experiências de consumo para diversos segmentos: Já imaginou empresas de arquitetura e construção civil promovendo uma experiência em realidade virtual de um novo apartamento para o seu cliente? Ou instituições de ensino à distância desenvolvendo novas interações em turma?  Até mesmo escritórios de advocacia reproduzindo o seu espaço virtual para reuniões e capacitações da equipe jurídica. As possibilidades são múltiplas dentro do Metaverso, seja para essas áreas, como também para a educação, turismo e eventos. Uma vez que a finalidade seja definida, a empresa precisa escolher uma plataforma de Metaverso que atenda às suas necessidades. O que levar em consideração ao escolher a plataforma do Metaverso? Existem várias plataformas de Metaverso disponíveis no mercado, como o Decentraland, Sandbox e o Spatial, sendo este último onde a nossa sede virtual da Antares foi construída.  Cada plataforma tem suas próprias características e vantagens. No Spatial, por exemplo, a usabilidade e acessibilidade são atributos que se sobressaem em comparação aos seus concorrentes. Pelo Spatial, é possível acessar o Metaverso através de desktops, notebooks, dispositivos móveis e óculos VR, ideal para empresas que desejam propor uma experiência nada burocrática para os clientes que visitarem o ambiente virtual. Recepção da Antares no Metaverso via Spatial (? Reprodução) Um aspecto importante do desenvolvimento de ambientes no Metaverso é a segurança. As empresas precisam garantir que os dados e informações dos usuários estejam protegidos e que o ambiente virtual esteja livre de bugs e falhas de segurança. É importante contratar especialistas em segurança de TI para garantir que o ambiente virtual seja seguro e confiável. Além disso, a empresa deve promover e divulgar seu ambiente no Metaverso para que seus clientes e colaboradores possam acessá-lo e utilizá-lo. Isso pode ser feito através de campanhas de marketing e divulgação nas redes sociais, bem como através da integração do ambiente virtual com o site e a plataforma da empresa. Quais as vantagens de construir a minha empresa no Metaverso? Uma das principais vantagens de desenvolver um ambiente no Metaverso é a possibilidade de alcançar um público global, sem as limitações físicas e geográficas. Isso permite que as empresas expandam seu alcance e atinjam novos clientes e mercados. Além disso, o Metaverso pode ser usado para melhorar a colaboração e a comunicação entre os funcionários, independentemente de sua localização física. Outra vantagem é a possibilidade de oferecer experiências imersivas e envolventes para os usuários. Isso pode ajudar a aumentar o engajamento e a fidelidade dos clientes, além de melhorar a experiência do usuário com a marca. Por que as empresas estão se interessando pelo Metaverso? O Metaverso oferece uma série de benefícios e oportunidades para as empresas que desejam expandir seus negócios e melhorar suas operações. Aqui estão alguns dos principais motivos pelos quais as empresas estão se interessando por ele: Alcance global O Metaverso permite que as empresas alcancem um público global sem as limitações físicas e geográficas, permitindo que elas expandam seus negócios para novos mercados e atinjam um público mais amplo do que seria possível através dos canais tradicionais. Experiências imersivas O Metaverso oferece a possibilidade de criar experiências imersivas e envolventes para os usuários, o que pode aumentar o engajamento dos clientes e colaboradores com a marca e melhorar a experiência do usuário. Redução de custos As empresas podem economizar dinheiro ao criar ambientes virtuais no Metaverso em vez de construir e manter espaços físicos, como lojas e escritórios. Colaboração remota O Metaverso permite que os colaboradores trabalhem juntos em um ambiente virtual compartilhado, independentemente de sua localização física, o que pode aumentar a eficiência e a produtividade da equipe. Personalização As empresas podem personalizar seus ambientes virtuais no Metaverso de acordo com suas necessidades e objetivos específicos, criando experiências exclusivas para seus clientes e colaboradores. Monetização As empresas podem monetizar seus ambientes virtuais no Metaverso através da venda de itens virtuais, como produtos, serviços e experiências. Acesso a novas tecnologias O Metaverso está em constante evolução, e as empresas que se envolvem com essa tecnologia têm a oportunidade de experimentar e se adaptar a novas tecnologias e tendências. Responsabilidade social e ambiental O Metaverso oferece uma oportunidade para as empresas demonstrarem sua responsabilidade social e ambiental, criando ambientes virtuais que promovem valores e causas importantes para elas e seus clientes. Conclusão O Metaverso oferece uma série de benefícios para empresas que buscam expandir seus negócios e melhorar sua presença online. Com a capacidade de criar ambientes virtuais envolventes e personalizados, as empresas podem melhorar o envolvimento e a satisfação dos clientes e colaboradores, ao mesmo tempo em que reduzem os custos associados à construção e manutenção de espaços físicos.  Temos nas mãos uma tecnologia em rápido crescimento que oferece uma

Mondovino e Antares – Case de Sucesso

Mondovino e Antares: Um case de Sucesso!  A Experiência Mondovino Com uma experiência imersiva no universo dos vinhos com grandes rótulos internacionais, gastronomia com chefs renomados e culinárias distintas, música e arte, no dia 26 de novembro aconteceu a 9ª edição do Mondovino Wine Festival no Forte Santa Catarina em Cabedelo, na Paraíba. O evento foi um reencontro para quem já vivenciou outras edições e de encantamento para os visitantes de primeira viagem. A Parceria Antares e Mondovino  Cerca de 2 meses e meio antes do evento acontecer, a parceria Antares e Mondovino foi firmada. Recebemos com prazer a missão de desenvolver a comunicação, pensada estratégica para o evento.  Nesse período desenvolvemos trabalho de produção de conteúdo para as redes sociais, construção da identidade visual do evento, conteúdos de inbound marketing e investimento em campanhas de tráfego pago.  No dia do evento alguns dos nossos colaboradores foram prestigiar o evento, que com muita dedicação apoiamos e ajudamos a acontecer.  O Pós Evento – Resultados    Redes sociais – orgânico  Os resultados orgânicos alcançaram números impressionantes, mesmo com a baixa entrega da plataforma no modelo. Os dados compreendem e comparam os seguintes períodos: 12/07/2022 – 29/08/2022 (Edição Bananeiras) 16/09/2022 – 08/12/2022 (9ª Edição) Visão geral do Instagram Foram feitas 69 publicações durante o período de 16/09/2022 a 08/12/2022 que originaram um total de 5.540 curtidas e 286 comentários. As curtidas totais tiveram uma diferença de 158,64% em comparação com o período anterior, já os comentários tiveram uma diferença de 60,67% comparados ao período selecionado.  NOVOS SEGUIDORES 1.285 – 32.025,00% maior que o período anterior  PUBLICAÇÕES 69 – 76,92% maior que o período anterior; CURTIDAS 5.540 – 158,64% maior que o período anterior; COMENTÁRIOS 286 – 60,67% maior que o período anterior;  ENGAJAMENTO 6.653 – 181,55% maior que o período anterior  IMPRESSÕES 810.978 – 117,37% maior que o período anterior ALCANCE 270.143 – 239,89% maior que o período anterior  VISITAS AO PERFIL 19.564 – 31,35% maior que o período anterior; CLIQUES NO SITE:  1.549 – 3,68% maior que o período anterior; Visão geral do Facebook:    IMPRESSÕES DE PÁGINA – 40.027 USUÁRIOS ENGAJADOS – 3.050 CONSUMO DA PÁGINA – 3.444 CONSUMIDORES – 2.928 TOTAL DE CURTIDAS – 955 NOVAS CURTIDAS – 2 VISUALIZAÇÕES DE PÁGINA – 296 IMPRESSÕES DE PUBLICAÇÕES – 39.926 IMPRESSÕES ÚNICAS DE PUBLICAÇÕES – 33.480 Visão geral do Linktree Cliques no link de compra dos ingressos (direcionado ao Sympla): 1.59k Cliques no WhatsApp institucional: 93 Cliques da Landing Page do material rico: 103 “O que ajudou a alavancar os números nas estratégias orgânicas?  Conteúdos de vídeos Posts colaborativos Conteúdos em carrossel Stories interativos com links de direcionamento e figurinhas nativas da plataforma Hashtags bem segmentadas ” Por: Isy Veras, Social Media Antares.  Inbound Marketing  Os resultados do Inbound são excelentes, conseguimos traçar estratégias para o trabalho feito organicamente e da mídia paga em uma unidade. Resultados:  Landing Page – Material Rico: 124 VISITANTES – 47 LEADS Landing Page Fundo de Funil  – Evento  1186 VISITANTES – 103 LEADS Email Marketing – Cenário Geral  Total = 10 e-mails enviados Taxa de abertura média de 35,27% de abertura  Material Rico  Foram produzidos 2 materiais ricos  E-book – Guia de Vinhos – Visualize aqui!  Cartilha do evento – Visualize aqui!  O resultado do Inbound, em sua totalidade, foi bem sucedido pois a estratégia foi alinhada com o Social Media e o Tráfego Pago. Foram meses intensos, mas que gerou pra equipe uma sensação de gratificação enorme. Maria Eduarda Rodrigues, Analista de Inbound Marketing. Tráfego Pago Os dados são referentes ao período da veiculação das campanhas dentro do período da 9ª edição Facebook Ads: campanhas rodaram de 12/1022 – 22/11/22 Google Ads: campanhas rodaram de 6/11/22 – 23/11/22 Visão Geral Facebook Ads Alcance: 50.098  Impressões: 163.444 Cliques: 2.752 CTR: 1,68% Cadastros no site: 226 Visão Geral Google Ads Impressões: 2.483 Cliques: 180 CTR: 7,25% Custo por clique: R$ 2,23 CPM médio: R$ 161,83 Valor gasto: R$ 401,82 Cadastros no site: 15 Pontos a serem considerados: O anúncio em vídeo foi o que mais gerou alcance nas campanhas do Facebook Ads; Na escolha das palavras chave para anúncios no Google Ads devemos focar no serviço ou produto que estamos anunciando, pois isso gera leads mais qualificados; A importância do RD Station para criação de um público base, qualificado fez bastante diferença; A importância de conhecer e entender bem o público alvo para que os anúncios tenham uma alta taxa de ação estimada; Mariana Cavalcante, Gestora de Tráfego.